WhatsApp

Contato via WhatsApp

Como podemos ajudar você?

jardinagem

jardineiro

Tem interesse? Nós Ligamos para Você!

Jardineiro

Nossos jardineiros atuam na manutenção de jardins e implantação de projetos paisagísticos, sempre respeitando o meio ambiente.

Atendemos com análise detalhada e idéias criativas para os mais variados tipos de jardins, alinhando sempre beleza e funcionalidade.

Preservamos o seu jardim para que sempre esteja saudável e bonito a fim de que sua área verde seja um local mais seguro e agradável.

Utilizamos produtos biodegradáveis, os quais não agridem a natureza.

Serviços

  • Jardineiro
  • Jardinagem
  • Poda de Grama
  • Manutenção de Jardim
  • Reforma de Jardim
  • Implantação de Jardim
  • Iluminação em Jardins
  • Jardim Vertical
  • Jardim de Inverno
  • Paisagismo
  • Jardinagem Residencial
  • Consultoria de Jardinagem
A empresa realizou um trabalho em nosso espaço em Abril. Empresa organizada, limpa, tem um ótimo valor e atendimento nota 10. Cayrê Lisboa

Ótimo atendimento e excelente portfólio. Projetos criativos, diferenciados e que se adequam a necessidade de cada cliente. Stephanie Sachetto

jardinagem
jardinagem
paisagismo e jardinagem
Trazem o melhor custo benefício ao paisagismo, aliado ao bom atendimento e execução. Fernanda Efstathiadis

Super cuidados em orientar a manutenção, além da qualidade na execução e no atendimento. Renata Yamasaki

paisagismo whatsapp
WhatsApp Estamos sempre Online
Qualquer dúvida estamos à disposição.

Contato

Email: [email protected]

Endereço

Travessa Dona Paula, 13 Higienópolis, São Paulo

Fale conosco

Ótima empresa de paisagismo. Tudo feito dentro do prazo estipulado e o mais importante, gostei do resultado. Lucy Tamaro

Atendimento diferenciado o qual mudou meu conceito em relação a jardinagem e paisagismo. Renato Albuquerque

jardinagem sp
Agendar Visita Técnica
*Disponível somente em São Paulo
Jardineiro

O que é um Jardineiro?

O jardineiro é um profissional o qual entende e executa a arte da jardinagem, que é uma das mais antigas artes ainda em prática no mundo, com registros antiquíssimos de sua presença. A jardinagem é hoje em dia, uma atividade que não tem apenas cunho profissional, já que há cada vez mais pessoas que começam a se aprofundar como forma de lazer e de relaxamento.

Jardineiro para manutenção de jardins

O jardineiro é um profissional capaz de cuidar não apenas de jardins residenciais, como também de jardins maiores, de parques públicos ou de outros locais, como empresas, por exemplo, sempre com capricho para deixar estes locais belíssimos. Para que um jardineiro possa exercer sua arte, ele terá que ter acesso a um espaço de terra cultivável, o qual poderá ser grande, médio ou pequeno, onde ele irá cultivar espécies de flores, e de outras plantas. A jardinagem pode ser aplicada também, inclusive, em pequenos vasos de flores, o que a torna uma arte extremamente democrática, já que qualquer um poderá praticá-la em alguma escala. Lembre-se além do cuidado, zelo e carinho com o jardim, manutenções constantes são necessárias a fim de que os jardins se desenvolvam de maneira saudável, perene e sustentável.

O jardineiro promove qualidade de vida

Com a mudança de consciência das sociedades a respeito da qualidade de clima nas grandes e médias cidades – motivado principalmente pela vida cada dia mais confinada aos condomínios – um profissional cada dia mais valorizado e procurado é o Jardineiro. Precisamos promover o crescimento das áreas verdes, por uma questão de saúde pública – trazer para o meio do cinza um sopro de natureza o qual também traz qualidade de vida de uma forma ampla.

As pessoas também buscam, dentro de suas residências, espaços para decoração e melhora da qualidade do ar.

Atividades de um jardineiro

Os jardineiros tradicionais que vimos ao longos dos anos, sempre foram profissionais muito dedicados. Mas hoje em dia, ser um Jardineiro é algo muito maior do que cuidar de canteiros de flores. Eles continuam sendo o produto nobre da profissão, mas hoje em dia um jardineiro qualificado pode atuar em uma grande variedade de atividades, entre as quais:

  • Plantio de outras espécies decorativas, árvores e arbustos.
  • Criação e manutenção de canteiros, gramados, forrações, maciços, cercas-vivas.
  • Podas e prevenção de pragas em projetos diversos.
  • Orientar clientes para os pequenos cuidados diários.

Como podemos ver, é um setor bem mais diversificado e com possibilidades de ganhos de variados níveis, porem exige um perfil muito específico e muita qualificação.

Jardineiro profissional

O Jardineiro é um profissional o qual possui acesso aos ambientes onde vai trabalhar, desta forma, ele precisa ter um perfil que trafegue entre o canteiro e o cliente da melhor forma.

  • Ter boa capacidade de relacionamento e comunicação.
  • Gostar muito de lidar com flores, plantas e solos.
  • Cuidadoso e atento aos detalhes.
  • Cumprir compromissos ou preocupar-se em reagendar com antecedência.
  • Ter a qualificação necessária para atender as necessidades de cada cliente.
  • Saber orientar os clientes sobre as melhores opções em cada caso.
  • Ter noções de Paisagismo, que é uma área intimamente ligada à Jardinagem.
  • Ter asseio pessoal e com o local de trabalho.

Recuperação de jardim

O jardineiro sabe reconhecer qual será a melhor técnica para recuperação de uma área sempre visando estimular a própria natureza a se reestabelecer, permitindo o crescimento com um plantio minimamente invasivo e técnicas as quais aceleram estes processos.

Jardineiro e serviços especializados

Os jardins embelezam, trazem tranquilidade e são uma forma de o homem se reconciliar com a natureza. O crescimento da implantação de jardins nas residências, empresas e áreas públicas oferece oportunidades para pessoas das mais diferentes idades e condições, as quais têm transformado a jardinagem em uma atividade profissional com forte apelo econômico e social. Em síntese, a necessidade de beleza e conservação tem valorizado o trabalho de um bom jardineiro. É nesse contexto que surge a necessidade da prestação de um serviço especializado, para fazer frente a uma demanda cada vez maior e mais exigente. O planejamento, a implantação e a manutenção de um jardim necessitam não somente de bom gosto, mas também de ótimo jardineiro e de uma série de técnicas adequadas. Essas irão proporcionar harmonia, beleza e equilíbrio.

Ferramentas

A primeira habilidade do profissional jardineiro deve ser identificar os instrumentos de trabalho e saber sua serventia. Esses são específicos e variam de acordo com a natureza do serviço a ser realizado. Dessa forma, para o preparo do terreno e a implantação do jardim será preciso utilizar determinadas ferramentas, e para os trabalhos rotineiros de manutenção serão necessárias outras. No entanto, existem ferramentas de uso comum e que são fundamentais em todas as etapas de trabalho, como enxadas, pás, tesouras de poda e outras.

Correção do solo

Para a implantação de um jardim, primeiramente deve-se preparar o terreno, isso inclui realizar capina de limpeza, fazer a drenagem ou aeração e o nivelamento das áreas, as quais foram estabelecidas no planejamento. Além disso, também devem ser feitas as marcações das vias de acesso como sistemas de irrigação, iluminação, entre outros. Só então devem ser iniciados os trabalhos de implantação propriamente ditos. No preparo para o plantio faz-se a correção do solo, uma vez que suas características físicas e minerais influenciam diretamente no desenvolvimento das plantas.

Plantio

Plantar corretamente as mudas é importante para determinar seu bom desenvolvimento, pois essas precisam de espaço além de estarem bem enraizadas a fim de crescerem saudáveis. O plantio poderá ser realizado em linha, canteiros, ou em vaso, dependendo da espécie plantada e do propósito do jardim. Seja em cova ou em canteiros, é importante fazer a rega da área, molhando bem o solo na fase de estabelecimento das mudas. Não pode faltar água para que as plantas possam se desenvolver mais rápido.

Jardineiro

O adepto da jardinagem, profissional ou não, designa-se como jardineiro. São muitos os locais onde se podem praticar tal arte: desde espaços grandes até pequenos pedaços de terra , como um simples vaso de flor. Embora se pratique jardinagem essencialmente com fins ornamentais, poderão existir também objetivos educativos como jardins botânicos ou zoológicos e de organização do território e urbanismo, principalmente nas grandes cidades, onde os jardins e parques são de grande importância para a qualidade de vida dos seus habitantes.

Adubação

Para uma ótima manutenção dos jardins, a fertilização deve ser cíclica e feita aplicando-se os macro e micronutrientes por meio de adubação em cobertura ou pulverização foliar. Isso é realizado para suprir permanentemente as necessidades nutricionais das plantas durante todo o seu ciclo anual. Nessa atividade podem ser utilizados tanto adubos químicos quanto orgânicos. Não existe um que seja considerado mais eficiente, por isso, dê preferência a ambos, uma vez que a presença de um complementa a ação do outro.  

Poda

Basicamente, um jardim precisa de três tipos de podas: Poda de limpeza, feita ao longo de todo o ano, em qualquer época, desde que as plantas mostrem que é necessária; Poda de formação, visando dar forma adequada às plantas; Poda de produção, feita para reduzir a copa ou folhagem, resultando em maior produção de flores ou frutos. O corte de ramos em uma poda deve seguir duas regras básicas: A primeiro regra é a escolha do local, no ramo o qual acontecerá o corte, que deve ser feito logo após e o mais próximo possível da gema de brotação, sem atingi-la. Se o corte for feito muito distante da gema, acaba fazendo surgir um pedaço de ramo morto acima dela, a qual além de prejudicar esteticamente a planta, também se constitui em porta de entrada para patógenos. A segunda regra é o corte em bisel, ou seja, o corte do ramo deve ser inclinado. Essa regra aumenta em importância, à medida que o ramo é mais grosso e lenhoso. O corte em bisel evita o acúmulo de água na área do corte, que poderia causar apodrecimentos. Outra modalidade de poda é a que visa ao controle de crescimento em altura, que é feita cortando-se os galhos que crescem para cima e os que saem do alinhamento da copa da planta. Com isso se reduz a altura e mantém-se a copa no formato desejado.

Renovam o ar local

As espécies vegetais ajudam e muito a melhorar o microclima do ambiente. Bairros arborizados são mais bem vistos, pois tem uma ambientação mais acolhedora, agradável e aconchegante. As plantas não ofecerem apenas a sombra, mas também renovam e recondicionam o ar local por meio da sua respiração.

Conforto térmico

O conforto térmico de um ambiente pode variar do agradável ao insuportável se não houver um projeto paisagístico apropriado. Existem até plantas que durante a troca celular absorvem da atmosfera alguns elementos que para nós são poluentes.  

Transições de espaços

O paisagismo pode ser usado ainda para fazer transições de espaços diferentes de uma forma que se fique harmoniosa e convidativa.

Valorização

Além de garantir um diferencial estético, deixando o lugar mais bonito, a jardinagem tem outras vantagens. Diversos estudos em todo o mundo têm indicado nos últimos anos que o uso de paisagismo agrega valor às construções. Esse recurso pode valorizar significativamente um condomínio ou empresa, aumentando o seu valor de mercado.

Cuidando de sua casa

Para você que gosta de jardinagem e pratica essa atividade de forma recreativa, saiba que existem diversas ferramentas que podem facilitar o trabalho no jardim de sua casa.

Qualidade de vida

Hoje as pessoas buscam mais qualidade de vida e uma das estratégias que escolhem para consegui-la é procurar formas de estarem mais próximas do verde e de áreas naturais. Assim, é comum que famílias escolham condomínios que ofereçam um espaço com jardim, aumentando a procura de construções que não deixam de lado o paisagismo pensando agradar os moradores com uma economia sutil.

Mais saúde

Apesar de encantar os olhos a jardinagem e o paisagismo têm como principal benefício o cuidado com os indivíduos. Há pesquisas e estudo que confirmam que estar em contato com a natureza proporciona mais saúde e deixa as pessoas menos estressadas. No trabalho ou em casa os espaços verdes promovem a integração entre as pessoas e momentos de relaxamento, gerando bem-estar e deixando as pessoas mais felizes. Investir em jardins é literalmente cuidar das pessoas que são importantes para você e de quebra ainda melhorar o ambiente como um todo, deixando-o mais receptivo e aconchegante.

Parceiros